Dono de buteco de pai pra filho!

Nesse dia tão especial, como não se lembrar da figura paterna que muitas vezes envolvem os butecos que frequentamos, não é? Como não lembrar esses pais que encontraram no buteco uma forma de buscar o sustento para a família, levando o negócio com tanto amor, mas tanto amor, que acabou passando para seus filhos e filhas.
Aliás, esses caras são figuras tão especiais – na vida e no buteco – que provavelmente muitos de vocês já se sentiram meio filhos de algum dono de buteco que você frequenta, porque ele sempre te recebe tão bem, que parece que está recebendo um filho em casa!
Para homenagear os pais, em especial os pais butequeiros e donos de buteco, trouxemos hoje um resumo de alguns butecos que passaram de pais para filhos e que tem histórias tão bonitas, que talvez você nem conheça, mas vale muito a pena!
Começando pelo Bar do Cidinho, de São José do Rio Preto, o Alcides herdou o buteco do pai (que, por usa vez, herdou do avô), fundado em 63, que passou para o irmão e depois para ele. Hoje, o climão familiar é tanto que até a filha e o marido também já trabalham no buteco!

18767756_1189742301172486_5331670303336812817_n

Ainda em Rio Preto, o 7 Copas é comandado pelo Jaca, abreviação de Jacaré, o Sidnelson. O buteco e o amor por ele vieram de seu pai, que abriu o buteco, e ele sempre funcionou na casa da avó. Hoje, o filho dele também já começa dando uma mãozinha por lá – a história vai se repetindo. São muitas gerações envolvidas, onde o centro ainda é ele, o paizão!

imagem28_20_40_48

O Bar do Momo, lá no RJ, é um dos mais tradicionais da Tijuca e todo mundo que frequenta conhece o clima caseiro, das mesinhas nas calçadas, às receitas de família, ao clima de amor entre pai e filho, o Tonhão e o Toninho, duas figuras também já tão conhecidas!

A_11

E o Bar do Berinjela, em SP? Esse é outro grande clássico entre os butecos da cidade. E sim, tudo começou pelo pai, Zé Berinjela, com uma barraca de feira, vendendo adivinha o que? Berinjela, isso mesmo! E não só o buteco veio de seu pai, mas o apelido também.

familia-bar-berinjela

Esses são apenas ALGUNS dos butecos participantes que são, acima de tudo, um negócio de família, que foi iniciado pelo pai/avô e passado adiante para os filhos!

Parabéns a todos os pais que mencionamos acima, aos pais que estão lendo, e a todos os pais butequeiros, pelo dia merecido de vocês!

E vocês aí, conhecem muitos butecos que tem um histórico familiar e um grande paizão no centro de tudo? Compartilhe a historia dele com a gente! Ah, e se você for desses paizões butequeiros, também!

Um Feliz Dia dos Pais a todos, comemorem muito, vocês sabem aonde! :P

Leave a Reply