Cachaça: o maior símbolo da Independência Brasileira!

Pouca gente sabe, mas o protocolo é claro: no Dia da Independência brasileira, quem se aprofundou na história sabe que a gente precisa comemorar no buteco! Por quê? Porque é a nossa forma de mostrar ao mundo nossa independência brindando com cachaça. Tá, mas por quê?

caninha

Porque na história da independência brasileira tem um detalhe MEGA importante que nem todo mundo contou pra gente, mas nós vamos contar aqui: a cachaça é o grande ícone nacional da nossa independência.

Sim, ela que hoje é o mais brasileiro de todos os prazeres, tem muita historia pra contar, de anos, mais precisamente a quantidade de anos que o Brasil existe.

Na época em que éramos colônia, os portugueses já dominavam as técnicas de destilação, afinal, na Europa muitas das bebidas já eram muito consumidas e, mais especificamente em Portugal, a bagaceira era a bebida da vez. Aproveitaram essa experiência para produzir um destilado com os restos da cana de açúcar, que chamaram de cachaça. Reza a lenda que o nome cachaça veio do espanhol “cachaza” que significava algo como bebida inferior à bagaceira portuguesa.

Porém, ao contrario do que era dito, o sucesso da cachaça foi tanto que a coroa portuguesa passou a taxa-la para que não concorresse e muito menos desbancasse a bagaceira portuguesa. Além disso, eles também proibiram por um tempo a sua produção. Mas, não adiantou, a bebida já era muito prestigiada tanto em solo nacional, quanto no exterior.

Tudo isso aconteceu em um cenário de plena exploração à colônia, que já estava gerando uma certa resistência no pessoal, e a da cachaça foi uma delas. Tomar cachaça já simbolizava a resistência às ordens portuguesas. Inclusive, nesse ambiente rolou a Revolta da Cachaça!

Aliás, se querem saber, após a proclamação da república, D. Pedro I brindou a independência brasileira com cachaça. Nos 500 anos do Brasil, o então presidente Fernando Henrique Cardoso, brindou com o presidente português da época, em comemoração aos 500 anos, através da cachaça como símbolo nacional e representando a relação amistosa que temos hoje.

E não foi só isso: nesse mesmo dia, FHC assinou um decreto que oficializava o nome cachaça e que só poderia ser dado às bebidas produzidas em solo brasileiro! Lindo, né?

Fora que a gente nem precisa lembrar que, assim como na trajetória do buteco, que anda lado a lado com a cachaça, ela já foi incorporada à alma brasileira e tem quebrado alguns preconceitos, a luta de classes, e até mesmo se tornou aquela companheira de buteco para qualquer momento, como a “abrideira”, a “companheira” e a “saideira”, como diz o jornalista, escritor e especialista em cachaça, Marcelo Câmara.

Depois dessa aula de história você já tem assunto o suficiente para algumas horas de conversa na mesa do buteco, além de motivos mais que importantes pra aparecer por lá e tomar a sua dose de cachaça. E, sendo a cachaça a bebida símbolo nacional do Brasil, o buteco é o espaço físico que representa nossa identidade, resistência e tudo mais. Então, justo passar o buteco pra comemorar esse feriado digno de uma dose de cachaça!

Servindo-Cachaça

 

Leave a Reply