BLOG PAPO DE BUTECO: FIQUE POR DENTRO

Depoimento de um campeão!

Sabe aquele boteco que você ama e respeita como uma segunda casa? Quem é adepto da vida botequeira sabe que ele é uma verdadeira extensão de um lar – ou da cozinha desse lar!
Isso vale também para os donos do boteco, justamente os que se encaixam ao perfil de boteco que procuramos para o concurso: tem que vir de família, tem que ter a cara do dono do boteco e tem que ser uma extensão da cozinha! Enfim, valorizamos a raiz!

Você já parou pra pensar que aquele boteco onde você extravasa todas as suas angústias e alegrias pode ter esse perfil? E mais, já pensou em sugerir ele para o Comida di Buteco 2016? Queremos sua participação: visitaremos os botecos sugeridos e, se ele se encaixar ao perfil, poderá participar e até sair vencedor da próxima edição!

Pra vocês verem o presentão que é, trouxemos o depoimento do proprietário do Chocolate com Pimenta, campeão do Comida di Buteco 2015 lá em Ribeirão Preto, mas que já carregava mais 3 títulos!
Ele contou pra gente que cresceu muito profissionalmente, seus funcionários também, além de ter seu negocio valorizado e reconhecido, ano após ano! Dá uma olhada:

E aí? Curtiu a ideia? Se sentiu entusiasmado pra dar aquele empurrão no boteco que você frequenta toda semana?

Se sim, é só clicar aqui e mandar sua sugestão! Contamos com vocês para selecionar os melhores botecos da sua região e fazer um Comida di Buteco 2016 ainda melhor!

Transformação de vidas no Comida di Buteco 2015!

11261019_718501801605700_1857481034_n

Se tem uma coisa que prezamos muito, além de todo aquele bom papo de boteco em volta de uma mesa e com um petisco sensacional são as transformações de vidas!

Miramos nelas em relação aos botecos participantes: estimulamos o negócio local e a gastronomia da região, para que os donos de estabelecimentos possam sempre oferecer o melhor em um mercado tão competitivo, como o dos botecos!

E olhem que legal os resultados!

“O meu bar tem capacidade para 28 pessoas e lá tinham mais de trezentas ao mesmo tempo. Não dá para explicar, é uma coisa inimaginável, é muito trabalho, é uma maratona de 31 dias!” assim disse o proprietário do Bar da Frente, participante do Rio de Janeiro, em entrevista ao G1!

Em conversa recente com a proprietária do boteco participante Mistura Fina, lá do Vale do Aço, soubemos que o boteco bateu todos os recordes de venda durante o concurso e o recorde do recorde nas semanas finais, como podem conferir no depoimento gravado abaixo!

Em Brasília, o proprietário do Onda Petiscaria disse se sentir muito feliz por toda a exposição, não só no bairro, mas na cidade! Ele ainda contou sobre como se sentiu motivado, antes do concurso, fazendo com que saísse de sua “zona de conforto”, depois de tantos anos com o boteco, e pudesse inovar e dessa forma conquistar novos clientes e reconquistar os antigos!

Pra quem aprecia a cozinha de raíz, é um prato cheio! – no Comida di Buteco, o desafio é estimular a inovação da cozinha e criar-se sempre um petisco que ainda não passou pelo Comida di Buteco!

Já para quem faz parte desse ramo, é ainda mais incrível! Aliás, queremos ouvir a todos! Se você é participante do Comida di Buteco 2015, qual foi a melhor pro seu boteco?

E você, público admirador da gastronomia botequeira, o que percebeu de melhoras nesse sentido em sua região?

Escolha o próximo tema do Comida di Buteco 2016!

Todo mundo sabe que aqui a regra é não repetir! Queremos os melhores petiscos, os mais tradicionais, os que tragam à tona aquele tempero da receita de família.

Lógico que precisamos de alguma forma nortear o concurso. Nesse ano, foram aproximadamente 500 botecos participantes, cada um com suas características de boteco familiar mesmo! A única coisa realmente em comum entre eles, foi o tema dos tira-gostos: frutas!

11235914_1592055584381892_1780920939_n

Foto da @paularneves, no Bar da Portuguesa, com o petisco Bico da Dondon!

Ainda assim, a diversidade mandou muito mais que o tema e, apesar de todos os petiscos participantes terem uma fruta como ingrediente principal, acompanhamento ou simplesmente decoração comestível, as regiões, as espécies de frutas e a criatividade de cada dono de boteco fez surgir pratos inimagináveis!

Foi assim com todos os anos: já tivemos jiló como o ingrediente obrigatório; também já fizemos uma homenagem ao Norte de Minas, onde algumas das especiarias escolhidas e que caracterizam a região deveriam fazer parte dos petiscos – ao menos uma delas – como o requeijão escuro, por exemplo, ou a rapadura, manteiga de garrafa, e por aí vai! Também tivemos anos em que o desafio era acrescentar mandioca e linguiça às receitas, sem que uma fosse igual à outra, e ainda tivemos anos em que o tema foi livre também!

Como sempre, queremos a sua opinião sobre a escolha do tema para o Comida di Buteco 2016: o que você acha que devemos sugerir aos botecos? Ou prefere um tema livre?

Pra ajudar a decidir, é muito fácil! Separamos um espaço especial em nosso site, para que possam dar sua opinião! É só clicar aqui!

https://docs.google.com/forms/d/1BFA-IpYndxz-i9gzIDIeWxheELSWxwl81Vm0dDj2xOM/viewform

Participe e ajude a fazer o Comida di Buteco 2016 ainda mais incrível!

 

Os botecos campeões de Goiânia!

E , finalmente, a premiação rolou na ultima cidade: Goiânia!

Essa cidade incrível que já participa do Comida di Buteco há 8 anos e representa em todos eles, teve 29 botecos incríveis participando dessa edição!

Todos mandaram muito bem e arrebentaram na criatividade das receitas. Porém, como manda a regra do jogo, cabem poucos no pódio – mas, se nos permitem, todos os botecos têm pinta de campeão!

Bom, em Goiânia o concurso premia os 5 melhores botecos em atendimento, higiene, temperatura da bebida e, é claro, o petisco mais votado! Juri e público foram a campo, a disputa foi acirrada, mas saiu! Confiram os 5 primeiros colocados no Comida di Buteco 2015 em Goiânia:

O 5º lugar foi para o Conversa de Boteco com o Combinado Carioca, um bolinho com suave toque de camarão na massa, recheado com muçarela, acompanhado de saladinha de folhas e conserva a base de kiwi. Sim, kiwi!

Conversa-de-Boteco

O 4º lugar ficou com o Bar du Marcelo, criador do Porquinho Maluco: almôndegas suínas temperadas à moda da casa, servidas com chutney de abacaxi picante. Palmas para a originalidade desse petisco!

Bar-du-Marcelo-

A conquista do 3º lugar foi do Bar da Elaine, com o Paçoca de Baru. O petisco é uma paçoca de baru e carne de sol acompanhada de mandioquinha temperada. Ficou incrível!

Bar-da-Elaine

O quase campeão, conquistador do 2º lugar, foi o Bar do Chicão que criou o tira-gosto Versão Brasileira. São bolinhos de aipim com frango e pequi, recheados com carne, queijo e catupiry. Acompanha molho de abacaxi picante. Combinação sensacional, olha só:

Bar-do-Chica¦âo-

E, para fechar, o grande campeão do Comida di Buteco em Goiânia foi o Recanto do Chopp foi essa receita nomeada Só a Pepita, uma kafta redonda feita de carne de sol, recheada com 03 queijos, assada na brasa. Divinamente acompanhada de mandioca, abacaxi e hortelã. Delícia!

Recanto-Chopp

 

Conhecidos os campeões, é o momento de aproveitar o feriado e passar em cada um deles!

Agradecemos a todos os participantes e já aguardamos ansiosamente para a próxima edição!

Campeões do Comida di Buteco em Porto Alegre!

Agora estamos muito mais próximos de ter o time completo de vencedores. A penúltima cidade já foi premiada: Porto Alegre, uma das cidades que experimentaram o Comida di Buteco pela primeira vez nesse ano e já com o pé direito!

Foram 17 botecos participantes e escolhidos a dedo, que souberam mostrar a que vieram e capricharam nas delícias e frutas dos petiscos!

Sendo assim, aí vão os três primeiros colocados:

O 3º lugar foi ocupado pelo Mariu’s, que trouxe ao Comida di Buteco um Bauru Português: Pão cervejinha, bife, alface, tomate, ovo, queijo, presunto, maionese e cebola frita. Sobre a fruta, nem precisamos falar muito, né? Morangos deliciosos na decoração!

Marius

Já o 2º lugar ficou com o Tuim, que usou todos os segredos de família para criar o Bacalhau Tuim, um bolinho de bacalhau servido com limão!

Tuim

E o grande vencedor de Porto Alegre mandou ver em, não uma, mas várias frutas como ingrediente: Palitinhos Brasileiros, era o nome do petisco que trazia Palitinhos com filet mignon, abacaxi e queijo coalho em melaço de cana com farofa de banana da terra!

Santua¦ü-Boteco

Obrigado Porto Alegre pelo concurso incrível! Começamos com o pé direito e que venha a segunda edição do Comida di Buteco!

campeões de Recife para o Comida di Buteco!

Recife também experimentou seu primeiro ano de Comida di Buteco! Aliás, de forma literal e muito bem aproveitada: experimentaram todas as novas receitas que os botecos participantes criaram de forma espetacular, seguindo a gastronomia regional e aquele temperinho que só quem  mora lá conhece!

Foram 24 botecos participantes que fizeram dos petiscos com frutas as melhores descobertas do ano na cidade!

Mas, como manda a regra, a premiação só tem lugar para os 3 primeiros. Sendo assim, aí vão os primeiros campeões de Recife:

O 3º lugar foi para o Boteco do Arnaldo, que criou o Filé Parmegiana do Arnaldo, uma parmegiana com molho especial da casa acompanhado de abacaxi com canela! Incrível, não?

Buteco-do-Arnaldo

O 2º lugar foi para a Budega do Rafa com a sua Costela Suína, uma deliciosa costela de porco com tempero especial da casa. Acompanha molho de frutas. Imaginem o sabor desse molho por cima da costela?

Budega-do-Rafa

E o campeão de Recife, que mandou muito bem no atendimento, higiene, temperatura da bebida e principalmente no petisco foi o Confraria do Zé Perninha! O boteco elaborou a Moela do Perninha, uma moela feita com molho especial da casa! Quem experimentou esse petisco vencedor?

Confraria-do-Ze¦ü-Perninha

Um abraço a todos os botecos de Recife que fizeram um concurso delicioso e mega acirrado e até o próximo ano!

Os campeões do Comida di Buteco em Curitiba!

Mais uma cidade estreante no Comida di Buteco teve sua noite de premiação e descobrimos os melhores botecos do ano: Curitiba!

A cidade recebeu o Comida di Buteco pela primeira vez, mas com a genialidade das cidades veteranas: os petiscos saíram incríveis e as frutas apareceram de forma sensacional nas receitas, que torceremos para que continuem nos cardápios dos botecos, mesmo com o fim do concurso!

Foram 20 botecos escolhidos para participar e concorrer ao título de melhores botecos de Curitiba. Sendo assim, aí vão os 3 primeiros colocados:

Em 3º lugar, o Baba Salim mandou muito bem com o tira gosto Falafel, um bolinho de fava e grão de bico frito. Acompanha guarnições, pão e, é claro, como fruta incorporada à receita tivemos o damasco! Mistura deliciosa!

Baba-Salim

O segundo lugar ficou com o Zezitos Bar, que decidiu dar uma turbinada em uma receita que já é velha conhecida – e adorada: Bolinhos de arroz e recebeu como acompanhamento um barbecue de goiabada mega especial e de lamber os beiços!

Zezitos

E, finalmente, o primeiro grande campeão do Comida di Buteco 2015 em Curitiba é o Casa Velha, que criou o Bola Cheia,  um bolinho de carne recheado com provolone. Como acompanhamento, carambola! Ficou genial e mega saboroso, digno de primeiro lugar!

Casa-Velha

Nosso muito obrigado a todos os botecos de Curitiba que fizeram o primeiro ano de Comida di Buteco incrível! Preparem-se, a próxima edição com certeza promete!

Os vencedores de Poços de Caldas

Poços de Caldas já é uma velha conhecida do Comida di Buteco e, assim como em todas as edições, sempre capricha no tira-gosto e faz uns dos cardápios mais incríveis do Comida di Buteco.

É por isso que, já adiantamos os nosso Parabéns aos 15 botecos participantes, que mantiveram a disputa aquecida, acirrada e saborosa. É claro que com esse clima quem ganha mesmo é o público, que precisa sair de boteco em boteco experimentando um petisco mais incrível que o outro!

Aconteceu a premiação do botecos em Poços de Caldas e tá na hora de anunciar os vencedores! Portanto, aguenta coração, lá  vão eles:

O 3º lugar ficou para o Senzala Mineira, com o tira-gosto batizado Chulé do lampião, em formato de risoles, recheado com carne de porco e banana com um levemente apimentado.

Senzala-Mineira

O 2º colocado foi o Bar do Bosco com o petisco Bengala do Vô, esse que chamou a atenção do público durante o concurso, pela apresentação do prato: essa Luganega tropical elaborada artesanalmente recheada com carne de porco, acompanhada de farofa de maracujá e creme de ameixa preta reduzido na cerveja.

Bar-do-Bosco

E o grande campeão e dono do petisco mais delicioso de 2015 foi o Bar Original com o Tropica Porquinho, uma mistura da maciez e sabor do file suíno, com legumes e frutas!

Bar-Original

Obrigado Poços de Caldas, por ajudar o Comida di Buteco a ser um concurso além das expectativas!

Nos encontramos na próxima!

Os Campeões do primeiro ano de Brasília no Comida di Buteco!

Brasília é uma das estreantes no Comida di Buteco que mostrou muita garra, criatividade e gastronomia botequeira afiada!

Foram 20 botecos na disputa, que souberam criar e recriar os melhores petiscos de botecos e acrescentaram as frutas às receitas de uma maneira incrível!

Como não dá pra colocar todo mundo no pódio, aí vão os 3 melhores botecos de Brasília, que conseguiram se destacar entre todos não só com um petisco incrível, mas com atendimento exemplar, higiene e a bebida na temperatura certa para acompanhar o tira-gosto!

E para mostrar que o Comida di Buteco foi realmente concorrido por lá, já chegamos anunciando um empate no 3º lugar:

O boteco Amigão conquistou o terceiro lugar com o seu  Joelho de porco com geleia de abacaxi picante! Sim, provavelmente você se lembra de ter visto esse petisco em fotos enquanto o concurso rolava, afinal, foi sucesso garantido!

Amiga¦âo

O outro boteco que ocupou a 3ª posição foi o Confraria Chico Mineiro, com o seu Casadinho de camarão ao molho de limão Siciliano, um petisco que já enchia os olhos pela foto!

Confraria-Chico-Mineiro

Anunciamos em 2º lugar o Shot Rock Bar, que criou o Bolinho do Cheff! Se você não teve a oportunidade de experimentar, o petisco é um bolinho de carne recheado, acompanhado de molho especial de laranja, que deu o toque especial!

Shot-Rock-Bar

E, finalmente, o grande campeão do primeiro Comida di Buteco em Brasília: Armazém do Silveira, criador do Porpetas do Silveira, uma porção de almondega recheada com banana frita! Criativo, saboroso e campeão!

Armaze¦üm-do-Silveira

Parabenizamos todos os botecos participantes de Brasília, que levaram milhares de botequeiros às mesas e ofereceram delícias que corresponderam exatamente ao desafio que lançamos!

Até a próxima!

Campeões do Comida di Buteco em Salvador!

Nesse ano, 30 botecos de Salvador toparam o desafio de deixar seus cardápios ainda mais criativos e deliciosos com petiscos elaborados por eles, com frutas no meio! A proposta foi muito bem vinda, por sinal, principalmente em uma terra tão calorosa e de tantas delícias regionais!

O casamento foi perfeito, os botecos capricharam, o público honrou e fez bonito na hora de conhecer e votar em cada petisco e o resultado saiu!

Chega de ansiedade, agora é a vez dos campeões de Salvador!

Começando pelo 5º lugar, tivemos o Fumeiro Imperador, do boteco Armazém da 25! O boteco apostou num petiscos de Filé de fumeiro com queijo coalho servido com coulis de abacaxi! Ótima aposta!

Armazem-25

Já o 4º lugar foi para o Mistura Perfeita que, adivinhe, fez uma mistura perfeita como sugere o nome do boteco: É o Tchan da Bahia foi o nome do petisco, feito com camarão na chapa com queijo coalho e abacaxi!

Mistura-Perfeita

3º lugar, tivemos o boteco Siri Cascudo, com o petisco Bacalhau da Vovó, um pudim salgado de bacalhau regado com molho de coco. A cara da Bahia né? Olha a cara dessa delícia:

Siri-Cascudo

Já o 2º lugar, que obviamente não deixou por menos, foi para o Boteco do Piri,  que elaborou o petisco chamado Sertão Virou Mar, um arrumadinho Baby de filé de cordeiro, com Tartary mix de frutos do mar.

Boteco-do-Piri

Mas o grande campeão mesmo, que mandou bem em todos os quesitos e ficou a frente de 29 botecos geniais, foi o Caranguejo do Pascoal! Sim, o mesmo que venceu a ultima edição! Para este ano, o petisco elaborado foi o Ôxe, Mainha! Um Fricassê de camarão com coco de Itapuã aos cremes especiais da Dona Lourdes! Repara:

Caranguejo-do-Pascoal

Botecos de Salvador, vocês representaram! Petiscos, frutas e apresentações incríveis para a edição desse ano, tão desafiadora e acirrada!

Os nossos parabéns, não só as vencedores, mas a todos os botecos que fizeram o Comida di Buteco em Salvador valer muito a pena!